1. Cântico das subidas. Lembra-te, Senhor, em favor de Davide, de toda a sua solicitude: (ver nota)

2. (lembra-te) como fez este juramento ao Senhor, esta promessa ao poderoso de Jacob:

3. "Não entrarei na tenda da minha casa, não subirei ao estrado do meu leito,

4. não darei sono aos meus olhos, nem repouso às minhas pálpebras,

5. até que encontre um lugar para o Senhor, uma morada para o Poderoso de Jacob."

6. Nós ouvimos dizer que a arca estava em Efrata; fomos achá-la nos campos de laar.

7. Entremos na sua morada, prostremo-nos ante o escabelo de seus pés.

8. Levanta-te, Senhor, para o lugar do teu repouso, tu e a arca da tua majestade.

9. Revistam-se os teus sacerdotes de justiça (ou santidade), e dêem os teus fiéis largas à sua alegria.

10. Por amor de Davide, teu servo, não rejeites o rosto do teu ungido.

11. Jurou o Senhor a Davide uma promessa firme, que jamais retratará: "Um descendente da tua linhagem porei sobre o teu trono.

12. Se os teus filhos guardarem a minha aliança e os preceitos que eu lhes ensinar, também os seus filhos para sempre se sentarão sobre o teu trono."

13. Com efeito o Senhor escolheu Sião, desejou-a para sua habitação:

14. "Este é o meu repouso para sempre, aqui habitarei, porque a desejei;

15. abençoarei copiosamente o seu alimento, saciarei de pão os seus pobres.

16. Vestirei os seus sacerdotes de salvação, e os seus santos exultarão de júbilo.

17. Ali dilatarei o poder de Davide, prepararei uma lâmpada para o meu ungido"

18. Cobrirei de confusão os seus inimigos, enquanto sobre ele brilhará o meu diadema,"





“O medo excessivo nos faz agir sem amor, mas a confiança excessiva não nos deixa considerar o perigo que vamos enfrentar”. São Padre Pio de Pietrelcina