1. Ao mestre do coro. Segundo Iduthum. Salmo. De Davide.

2. Só em Deus repousa a minha alma, dele vem a minha salvação.

3. Só ele é o meu rochedo e a minha salvação, o meu baluarte: por nada vacilarei.

4. Até quando arremetereis contra um homem tentareis todos derribá-lo, como a uma parede inclinada, como a um muro em ruína?

5. Sim, projectam precipitar-me do meu posto elevado, comprazem-se na mentira; com a sua boca me bendizem, mas em seu coração maldizem.

6. Sòmente em Deus repousa, ó minha alma, porque dele vem o que espero,

7. Só ele é o meu rochedo e a minha salvação, o meu baluarte: não vacilarei.

8. Em Déus está a minha salvação e a minha glória, o rochedo da minha força: o meu refúgio está em Deus.

9. Espera nele, ó povo, em todo o tempo, expandi diante dele os vossos corações: Deus é o nosso refúgio

10. Um sopro apenas são os filhos dos homens, falazes os filhos dos homens: postos na balança, vão acima, todos eles juntos são mais leves que um sopro.

11. Não confiéis na opressão, nem vos vangloriéis da rapina; se as riquezas aumentarem, não prendais a elas o vosso coração.

12. Deus disse uma coisa; estas duas eu ouvi: O poder é de Deus,

13. e tua, ó Senhor, é a graça; com efeito, retribuirás a cada um segundo as suas obras.





“Quem te agita e te atormenta é o demônio.Quem te consola é Deus”! São Padre Pio de Pietrelcina