1. Oração. De Moisés, homem de Deus. Senhor, tu tens sido o nosso refúgio de geração em geração. (ver nota)

2. Antes que os montes fossem formados, antes do nascimento da terra e do mundo, desde a eternidade e para sempre, tu és, ó Deus.

3. Mandas que ao pó voltem os mortais, e dizes: "Regressai, filhos dos homens."

4. Mil anos, aos teus olhos, são como o dia de ontem; que passou, e como uma vigília da noite (que somente dura três horas).

5. Tu os arrebatas: são como um sonho matutino, como a erva verdejante:

6. de manhã floresce e verdeja, à tarde é cortada e seca.

7. Na verdade, somos consumidos pela tua ira, e perturbados pela tua indignação.

8. Puseste as nossas culpas à tua vista, os nossos pecados ocultos à luz do teu rosto.

9. Todos os nossos dias transcorreram na tua ira; acabamos os nossos anos como um suspiro.

10. A soma dos nossos anos é setenta anos, ou, se somos robustos, oitenta; e muitos deles são trabalho e vaidade: realmente passam depressa, e voamos,

11. Quem pondera o poder da tua ira, e a tua indignação, conforme o temor que te é devido?

12. Ensina-nos a contar os nossos dias, para que alcancemos a sabedoria do coração.

13. Volta (para nós), Senhor, — até quando (te mostrarás irado)? - e sê propício para com os teus servos.

14. Sacia-nos depressa com a tua misericórdia, para que exultemos e nos alegremos durante todos os nossos dias.

15. Alegra-nos pelos dias em que nos afligiste, pelos anos em que vimos males.

16. Manifeste-se aos teus servos a tua obra, e a tua glória aos seus filhos,

17. e a bondade do Senhor, nosso Deus, esteja sobre nós; favorece a obra das nossas mãos, sim, a obra das nossas mãos favorece.





“Para que se preocupar com o caminho pelo qual Jesus quer que você chegue à pátria celeste – pelo deserto ou pelo campo – quando tanto por um como por outro se chegará da mesma forma à beatitude eterna?” São Padre Pio de Pietrelcina