1. Job, respondendo, disse:

2. Tenho ouvido muitas vezes esses discursos; todos vós sois uns consoladores aflitivos.

3. Quando terão fim esses discursos de vento? Que coisa te constrange a falar assim?

4. Eli também podia falar como vós, se vós estivésseis no meu lugar.

5. Eu também vos consolaria com lindas frases e (compassivo) moveria a minha cabeça sobre vós;

6. eu vos fortaleceria com as minhas palavras, e moveria os meus lábios, como compadecendo-me de vós.

7. Mas que farei? Se eu falar, nem por isso se aplacará a minha dor; se me calar, nem por isso ela se afastará de mim.

8. Mas agora a minha dor me oprime, e todos os meus membros estão reduzidos a nada.

9. As minhas rugas dão testemunho contra mim, um falso raciocinador levanta-se diante da minha face para me contradizer.

10. Juntou o seu furor contra mim, com olhos terríveis me olhou o meu inimigo, e, ameaçando-me, rangeu os seus dentes contra mim.

11. (Os meus amigos) abrem as suas bocas contra mim, e, ultrajando-me, ferem a minha face, todos se lançam, juntamente, contra mim.

12. Deus encerrou-me debaixo do poder do injusto, entregou-me nas mãos dos ímpios.

13. Eu estava em paz, ele arruinou-me, pegou-me pela nuca e despedaçou-me, pôs-me como alvo (dos seus tiros).

14. Cercou-me com suas lanças, atravessou-me os rins, não me perdoou, e espalhou pela terra as minhas entranhas.

15. Despedaçou-me com feridas sobre feridas, lançou-se a mim como um gigante.

16. Levo um cilício cosido sobre a minha pele, e cobri de cinza a minha carne.

17. O meu rosto inchou à força de chorar, e as minhas pálpebras escureceram-se.

18. Sofri isto sem que houvesse maldade nas minhas mãos. quando eu oferecia a Deus orações puras.

19. Ó terra, não cubras o meu sangue, nem o meu clamor ache em li lugar no qual seja sufocado.

20. A minha testemunha está no céu, e está nas alturas o meu defensor. (ver nota)

21. Os meus amigos escarnecem-me, mas os meus olhos recorrem a Deus, desfeitos em lágrimas.

22. Oxalá se fizesse o juízo entre Deus e o homem, (tão publicamente) como se faz o de um filho do homem com o seu semelhante!

23. Vê, pois, que os meus breves anos passam, e que eu caminho por uma vereda, pela qual não voltarei.





“Não nos preocupemos quando Deus põe à prova a nossa fidelidade. Confiemo-nos à Sua vontade; é o que podemos fazer. Deus nos libertará, consolará e enorajará.” São Padre Pio de Pietrelcina