1. Assim terminaram as palavras de Tobias. Depois que recobrou a vista, viveu Tobias quarenta e dois anos, e viu os filhos de seus netos.

2. Tendo completado cento e dois anos, foi sepultado bonorificamenté em Ninive.

3. Aos cinquenta e seis anos perdeu vista, e recobrou-a aos sessenta.

4. O restante da sua vida passou-o na alegria; à medida que progredia no temor de Deus, aumentava a sua paz.

5. A’ hora da morte, chamou à sua presença Tobias, seu filho, e sete jovens filhos deste, seus netos, e disse-Ihes:

6. A ruína de Ninive está próxima, porque a palavra do Senhor não falta; os nossos irmãos, que foram dispersos para longe da terra de Israel, voltarão para ela.

7. Todo o seu país deserto será repovoado, e a casa de Deus, que ali foi queimada, será reedíficada. Para ela voltarão todos os que temem a Deus,

8. e os gentios abandonarão os seus idolos, virão a Jerusalém, habitarão nela,

9. e nela se alegrarão todos os reis da terra, apresentando as suas homenagens ao (Messias) rei de Israel.

10. Ouvi, pois, meus filhos, o vosso pai; servi ao Senhor em verdade e trabalhai por fazerdes o que for do seu agrado ;

11. recomendai a vossos filhos que façam obras de justiça e dêem esmolas, que se lembrem de Deus e que o bendigam em todo o tempo, em verdade, e com todas as suas forças.

12. Ouvi-me, agora, meus filhos: não fiqueis aqui; mas no dia era que tiverdes sepultado vossa mãe, junto a mim em um mesmo sepulcro, desde logo dirigi vossos passos para sairdes daqui,

13. porque eu vejo que a iniquidade desta cidade a levará à ruína.

14. Tobias, depois da morte de sua mãe, saiu de Ninive com sua mulher e filhos, e os filhos de seus filhos, e voltou para casa de seus sogros.

15. Encontrou-os ainda com saúde numa ditosa velhice; tomou cuidado deles, e ele mesmo lhes fechou os seus olhos. Tomou posse de toda a herança da casa de Raquel, viu os filhos de seus filhos até à quinta geração .

16. Tendo vivido noventa e nove anos no temor do Senhor, sepultaram-no com alegria.

17. Toda a sua parentela e toda a sua descendência perseveraram numa numa vida íntegra e num santo procedimento, modo que foram amados tanto por Deus como pelos homens e por todos os habitantes do país.





“Não nos preocupemos quando Deus põe à prova a nossa fidelidade. Confiemo-nos à Sua vontade; é o que podemos fazer. Deus nos libertará, consolará e enorajará.” São Padre Pio de Pietrelcina