Found 623 Results for: palavra

  • O levita, marido da mulher que foi morta, tomou a palavra: “Eu cheguei a Gabaá de Benjamim – disse ele – com minha concubi­na para ali passar a noite. (Juízes 20, 4)

  • O jovem Samuel servia ao Senhor sob os olhos de Heli. A palavra do Senhor era rara naqueles dias e as visões não eram frequentes. (I Samuel 3, 1)

  • Samuel ainda não conhecia o Senhor; a palavra do Senhor não lhe tinha sido ainda manifestada. (I Samuel 3, 7)

  • E o Senhor continuou a se manifestar em Silo. É ali que o Senhor aparecia a Samuel, descobrindo-lhe sua palavra. (I Samuel 3, 21)

  • A palavra de Samuel foi dirigida a todo o Israel. Naqueles dias, Israel saiu ao encontro dos filisteus para combatê-los. Acamparam junto de Eben-Ezer, enquanto os filisteus acampavam em Afec. (I Samuel 4, 1)

  • Quando chegaram aos limites da cidade, Samuel disse a Saul: “Dize ao teu servo que passe e vá adiante de nós – e o servo passou adiante –; mas tu detém-te aqui para que eu te comunique uma palavra de Deus”. (I Samuel 9, 27)

  • A rebelião é tão culpável quanto a superstição; a desobediência é como o pecado de idolatria. Pois que rejeitaste a palavra do Senhor, também ele te rejeita e te despoja da realeza!”. (I Samuel 15, 23)

  • “Não voltarei contigo! – exclamou Samuel –. “Rejeitaste a palavra do Senhor, por isso o Senhor te rejeita e não quer mais que sejas rei de Israel.” (I Samuel 15, 26)

  • Quanto à palavra que nos demos um ao outro, o Senhor seja testemunha entre nós para sempre.” (I Samuel 20, 23)

  • Jônatas disse-lhe: “Vai em paz, agora que demos um ao outro nossa palavra com este juramento: ‘O Senhor seja para sempre testemunha entre ti e mim, entre a tua posteridade e a minha!’.” (I Samuel 20, 42)

  • Mas a palavra do Senhor foi dirigida a Natã naquela mesma noite e dizia: (II Samuel 7, 4)

  • Conforme a vossa palavra e segundo o impulso do vosso coração, fizes­tes todas essas grandes coisas para manifestá-las ao vosso servo. (II Samuel 7, 21)


“O medo excessivo nos faz agir sem amor, mas a confiança excessiva não nos deixa considerar o perigo que vamos enfrentar”. São Padre Pio de Pietrelcina