1. Vi descer do céu um anjo que tinha na sua mão a chave do abismo e uma grande cadeia.

2. Prendeu o Dragão, a Serpente antiga, que é o Demônio e Satanás, e amarrou-o por mil anos. (ver nota)

3. Meteu-o no abismo, fechou-o e pôs selo sobre ele, para que não seduza mais as nações até se completarem os mil anos. Depois disto, deve ser solto por um pouco de tempo.

4. Em seguida vi tronos, e sentaram-se sobre eles aqueles a quem foi dado o poder de julgar; vi também as almas daqueles que foram degolados por causa do testemunho de Jesus e da palavra de Deus, e todos os que não adoraram a Besta nem a sua estátua, nem receberam o seu sinal sobre a fronte ou sobre a mão; esses viveram e reinaram com Cristo durante mil anos.

5. Os outros mortos não tornaram à vida até que se completassem os mil anos. E’ a primeira ressurreição.

6. Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; a segunda morte (que é a condenação eterna) não tem poder sobre estes, mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele durante mil anos.

7. Quando se completarem os mil anos. Satanás será solto da sua prisão,

8. sairá a seduzir as nações que estão nos quatro ângulos da terra, a Gog e a Magog, e os juntará para a batalha: o seu número é como a areia do mar.

9. Subiram pela superfície da terra e cercaram os acampamentos dos santos e a cidade querida. Mas desceu do céu um fogo que os devorou.

10. E o demônio, que os seduzia, foi metido no tanque de fogo e de enxofre, onde também a Besta e o falso profeta serão atormentados de dia e de noite pelos séculos doe séculos.

11. Depois vi um grande trono branco e o que estava sentado sobre ele, de cuja vista fugiram a terra e o céu, sem deixar rasto de si. (ver nota)

12. E vi os mortos, grandes e pequenos, de pé diante do trono. Foram abertos livros; e foi aberto um outro livro, que é o da vida; e foram julgados os mortos pelas coisas que estavam escritas nos livros, segundo as suas obras. (ver nota)

13. O mar deu os mortos que estavam nele, a morte e o Hades deram (também) os mortos que estavam neles, e fez-se juízo de cada um segundo as suas obras. (ver nota)

14. Depois, a morte e o Hades foram lançados no tanque de fogo (o tanque de fogo é a segunda morte).

15. E aquele que se não achou inscrito no livro da vida, foi lançado no tanque de fogo.





“Se precisamos ter paciência para suportar os defeitos dos outros, quanto mais ainda precisamos para tolerar nossos próprios defeitos!” São Padre Pio de Pietrelcina