1. Abraão, porém, tomou outra mulher chamada Cetura,

2. a qual lhe deu à luz Zanram, Jecsan, Madan, Madian, Jesboc e Sué.

3. Jecsan gerou Saba e Dadàn. Os filhos, de Dadan foram Assurim, Latussim e Laomin,

4. De Madian nasceram Efa, Ofer, Henoch Abida e Eldas. Estes são todos os filhos de Cetura.

5. Abraão deu tudo o que possuía a Isaac;

6. pelos filhos das mulheres secundárias distribuiu dádivas, mas separou-os de Isaac, seu filho, ainda em sua vida, (mandando-os) para as partes do oriente.

7. Ora os dias da vida de Abraão foram cento e setenta e cinco anos.

8. Faltando-lhe as forças, morreu numa ditosa velhice, em avançada idade, cheio de dias, e foi unir-se ao seu povo.

9. Isaac e Ismael, seus filhos, sepultaram-no na dupla caverna que está situada no campo de Efron, filho de Seor Heteu, defronte de Mambré,

10. o qual (campo Abraão) tinha comprado aos filhos de Heth; aí foi sepultado com Sara, sua mulher.

11. E, depois da sua morte. Deus abençoou Isaac, seu filho, o qual habitava junto do poço chamado (poço) ,do que vive e do que vê.

12. Descendência de Ismael.

13. e estes são os nomes de seus filhos, segundo os seus nomes, e nas suas gerações. O primogênito de Ismael foi Nabajoth; depois (nasceram) Cedar, Abdeel, Mabsam,

14. Masma, Duma, Massa,

15. Hadar, Temia, Jetur, Nafis e Cedma.

16. Estes são os filhos de Ismael, e estes os seus nomes segundo as suas aldeias e os seus acampamentos; eles foram os doze chefes das suas tribos.

17. Os anos da vida de Ismael foram Cento e trinta e sete. Faltando-lhe as forças, morreu e foi unir-se ao seu povo.

18. Seus filhos habitaram desde Hevila até Sur, que olha para o Egito, caminhando para a Assíria, em frente de todos os seus irmãos.

19. Esta é a descendência de Isaac, filho de Abraão: Abraão gerou Isaac,

20. o qual, tendo quarenta anos, se casou com Rebeca, filha de Batuel Siro, da Mesopotâmia, irmã de Labão.

21. Isaac orou ao Senhor por sua mulher, porque ela era estéril, e ele o ouviu, e permitiu que Rebeca concebesse.

22. Mais as crianças lutavam no seu ventre, e ela disse: Se assim me havia de acontecer, que necessidade havia de que eu concebesse? Foi consultar o Senhor. (ver nota)

23. o qual lhe disse: Duas nações estão no teu ventre, dois povos (ao sair) do teu ventre se dividirão, e um povo vencerá o outro, e o mais velho servirá ao mais novo.

24. Quando chegou o tempo de dar à luz, foram achados dois gêmeos no seu ventre.

25. O que saiu primeiro era ruivo e tudo peludo, como uma peliça: e foi-lhe posto o nome de Esaú. Imediatamente saiu o outro, que agarrava com a mão o pé de Esaú, e por isso ela o chamou Jacob. (ver nota)

26. Era Isaac sexagenário quando os meninos lhe nasceram.

27. Tendo crescido, Esaú tomou-se perito caçador e do campo: Jacob, homem simples, habitava nas tendas.

28. Isaac amava Esaú, porque comia das suas caçadas: Rebeca amava Jacob.

29. Ora, tendo Jacob feito um cozinhado, chegou Esaú do campo, (muito) cansado,

30. e disse (a Jacob): Dá-me desse cozinhado vermelho, porque estou muito cansado. Por esta razão lhe puseram o nome Edom,

31. Jacob disse-lhe: Vende-me o teu direito de primogenitura.

32. Ele respondeu: Eis que vou morrer: de que me aproveitará o direito de primogenitura?

33. Jacob disse: Jura-mo pois. Esaú jurou-lho e vendeu o direito de primogenitura.

34. E assim, recebido o pão e o cozinhado de lentilhas, comeu, bebeu e foi-se embora, dando-se-lhe pouco de ter vendido o seu direito de primogenitura.





“Comunguemos com santo temor e com grande amor.” São Padre Pio de Pietrelcina