1. Israel era uma vinha frondosa, que dava os frutos correspondentes. Quanto mais abundou em frutos, tanto mais multiplicou os seus altares; quanto mais rica era a terra, mais ricas estelas construía.

2. É falso o seu coração: vão sofrer o castigo devido. Ele mesmo (o Senhor) quebrará os seus altares e deitará abaixo as suas estelas.

3. Dentro em breve eles dirão: Nós não temos rei (que possa salvarmos), porque não tememos o Senhor; e que faria por nós o rei (querendo Deus castigarmos)?

4. Proferem palavras vãs, juram falso, concluem alianças, mas o castigo de (Deus) brotará como erva venenosa sobre os sulcos dum campo (semeado).

5. Os habitantes da Samaria tremerão por causa do bezerro, (de ouro) de Betaven. O seu povo (que adorava este ídolo) toma luto por ele, e o bando dos seus sacerdotes faz lamentações por causa de a sua riqueza ter sido transferida para longe dele. (ver nota)

6. Ele também será levado para a Assíria, como um presente ao grande rei. A confusão apoderar-se-á de Efraim e Israel ficará envergonhado por ter seguido os seus caprichos.

7. A Samaria está aniquilada. O seu rei é como espuma sobre a superfície da água.

8. Os lugares altos de Betaven, que fazem o pecado de Israel, serão destruídos; sobre os seus altares crescerão espinhos e abrolhos. Então dirão às montanhas : Cobri-nos! — e aos outeiros: Caí sobre nós. (ver nota)

9. Desde os dias de Gabaa, tens pecado, ó Israel. Aí tomaram posições (contra mim). Não os apanhará em Gabaa a guerra (declarada) contra os filhos da iniquidade? (ver nota)

10. Castigá-los-ei à medida do meu desejo; porque devem ser punidos por causa das suas duas iniquidades, juntar-se-ão contra eles os povos.

11. Efraim era como uma novilha bem tratada, que gostava de pisar a eira (na ocasião da debulha); mas eu porei um jugo sobre o seu pescoço; atrelarei Efraim, Judá lavrará, Jacob puxará a grade, (ver nota)

12. Semeai para vós na justiça, segai segundo a misericórdia, rompei os vossos pousios, porque é tempo de buscar o Senhor, até que venha ensinar-vos a justiça _(ou santidade). (ver nota)

13. Cultivastes a impiedade, segastes a iniquidade, comestes o fruto da mentira. Confiaste nos teus caminhos e na multidão dos teus valentes.

14. Levantar-se-á tumulto entre o teu povo; todas as tuas fortificações serão destruídas, como Salmana destruiu Bet-Arbel, no dia da peleja, em que a mãe foi esmagada sobre os filhos.

15. Eis o que vos fez Betel, por causa da enormidade das vossas iniquidades.





“Seja perseverante nas orações e nas santas leituras.” São Padre Pio de Pietrelcina