1. Julgando Tobias que seria ouvida a oração que tinha feito e que ia morrer, chamou para junto dele seu filho Tobias

2. e disse-lhe: Ouve, meu filho, as palavras da minha boca e põe-nas no teu coração, como um sólido fundamento.

3. Depois que Deus tiver recebido a minha alma, sepulta o meu corpo. Honra tua mãe durante todos os dias da sua vida,

4. porque te deves lembrar de quantos e quão grandes perigos padeceu por amor de ti, trazendo-te no seu ventre.

5. Quando ela tiver também acabado o tempo da sua vida, sepultá-la-ás junto de mim.

6. Tem a Deus em teu espírito todos os dias da tua vida; guarda-te de consentir jamais no pecado, de violar os preceitos do Senhor nosso Deus.

7. Dá esmola dos teus bens, e não voltes a tua cara a nenhum pobre, porque desta sorte sucederá que também não se apartará de ti a face do Senhor.

8. Da maneira que puderes, sê misericordioso.

9. Se tiveres muito, dá muito; se tiveres pouco, procura dar de boamente também esse pouco.

10. Assim entesourarás uma grande recompensa para o dia da necessidade,

11. porque a esmola livra de todo o pecado e da morte (eterna), e não deixará cair a alma nas trevas (do inferno). (ver nota)

12. A esmola será motivo de grande confiança diante do sumo Deus, para todos os que a dão.

13. Preserva-te, meu filho, de toda a fornicação (ou impureza), e, fora da tua mulher, nunca consintas em conhecer o crime (de te unir a outra).

14. Nunca permitas que a soberba domine nos teus pensamentos ou nas tuas palavras, porque nela teve principio toda a perdição.

15. A todo o homem que tiver feito algum trabalho, paga-lhe logo o salário, e nunca fique, um instante, em teu poder a paga do trabalhador.

16. Acautela-te, não faças nunca a outro o que não quererias que outro te fizesse.

17. Come o teu pão (repartindo-o) com os pobres e com os que têm fome, e veste com as tuas roupas os que estão nus.

18. Põe o teu pão e o teu vinho sobre a sepultura do justo, e não o comas nem bebas com os pecadores.

19. Pede sempre conselho ao sábio.

20. Bendiz a Deus em todo o tempo, pede-lhe que dirija os teus caminhos e que todos os teus projectos se firmem nele.

21. Também te faço saber, meu filho, que, quando ainda eras criança, emprestei dez talentos de prata a Gabelo, em Ragés, cidade dos Medos, e que tenho em meu poder o seu recibo;

22. por isso busca o modo de ir ter com ele e cobrar a sobredita quantia de dinheiro, entregando-lhe o seu recibo.

23. Não temas, meu filho; é verdade que vivemos pobres, mas teremos muitos bens, se temermos a Deus, se nos desviarmos de todo o pecado, se procedermos bem.





“Quando o dia seguinte chegar, ele também será chamado de hoje e, então, você pensará nele. Tenha sempre muita confiança na Divina Providência.” São Padre Pio de Pietrelcina