Fondare 2593 Risultati per: Terra

  • Depois disto, vi descer do céu outro anjo, que tinha um grande poder, e a terra foi iluminada com a sua glória. (Apocalipse 18, 1)

  • porque todas as nações beberam do vinho da cólera da sua furiosa impudicícia e os reis da terra fornicaram com ela, e os mercadores da terra tornaram-se ricos com o excesso do seu luxo." (Apocalipse 18, 3)

  • Chorá-la-ão e lamentá-la-ão os reis da terra, que pecaram com ela e viveram em delícias, quando virem o fumo do seu incêndio. (Apocalipse 18, 9)

  • E os negociantes da terra choram-na e lamentam-na, porque ninguém compra mais os seus carregamentos, (Apocalipse 18, 11)

  • nem luzirá mais a luz de uma lâmpada; não se ouvirá mais em ti a voz do esposo e da esposa, porque os teus mercadores eram uns príncipes da terra, porque por causa dos teus encantamentos erraram todas as nações. (Apocalipse 18, 23)

  • Nesta cidade foi encontrado o sangue dos profetas e dos santos e de todos os que foram mortos sobre a terra." (Apocalipse 18, 24)

  • porque verdadeiros e justos são os seus juízos, porque julgou a grande Meretriz, que corrompia a terra com a sua prostituição, e reclamou da mão dela o sangue de seus servos." (Apocalipse 19, 2)

  • E vi a Besta, os reis da terra e os seus exércitos reunidos para fazerem guerra àquele que estava montado sobre o cavalo e ao seu exército. (Apocalipse 19, 19)

  • sairá a seduzir as nações que estão nos quatro ângulos da terra, a Gog e a Magog, e os juntará para a batalha: o seu número é como a areia do mar. (Apocalipse 20, 8)

  • Subiram pela superfície da terra e cercaram os acampamentos dos santos e a cidade querida. Mas desceu do céu um fogo que os devorou. (Apocalipse 20, 9)

  • Depois vi um grande trono branco e o que estava sentado sobre ele, de cuja vista fugiram a terra e o céu, sem deixar rasto de si. (ver nota) (Apocalipse 20, 11)

  • Depois vi um novo céu e uma nova terra, porque o primeiro céu e a primeira terra desapareceram, e o mar já não existia. (Apocalipse 21, 1)


“É difícil tornar-se santo. Difícil, mas não impossível. A estrada da perfeição é longa, tão longa quanto a vida de cada um. O consolo é o repouso no decorrer do caminho. Mas, apenas restauradas as forças, é necessário levantar-se rapidamente e retomar a viagem!” São Padre Pio de Pietrelcina