Talált 97 Eredmények: Ventre

  • Mais as crianças lutavam no seu ventre, e ela disse: Se assim me havia de acontecer, que necessidade havia de que eu concebesse? Foi consultar o Senhor. (ver nota) (Gênesis 25, 22)

  • o qual lhe disse: Duas nações estão no teu ventre, dois povos (ao sair) do teu ventre se dividirão, e um povo vencerá o outro, e o mais velho servirá ao mais novo. (Gênesis 25, 23)

  • Quando chegou o tempo de dar à luz, foram achados dois gêmeos no seu ventre. (Gênesis 25, 24)

  • Jacob, enfadado, respondeu-lhe: Acaso estou eu em lugar de Deus, que te privou do fruto do teu ventre? (Gênesis 30, 2)

  • Mas, quando estava para dar ã luz, apareceram dois gêmeos no ventre: e, na saída dos meninos, um deitou de fora a mão, na qual a parteira atou um fio vermelho, dizendo; (Gênesis 38, 27)

  • com os rins e a gordura que cobre o ventre e todas as vísceras, os dois rins com a gordura que está junto dos lombos, e o redanho do fígado com os rins. (Levítico 3, 10)

  • Tomarão dela para o alimento do fogo do Senhor a gordura que cobre o ventre, e todas as vísceras; (Levítico 3, 14)

  • Não comereis nenhum daqueles animais rastejantes, quer se arrastem sobre o ventre quer se movam com quatro ou com muitas patas. Considerá-lo-eis coisa abominável. (Levítico 11, 42)

  • cairão sobre ti estas maldições. O Senhor te faça um objecto de maldição e de execração para todos no teu povo; faça emagrecer os teus flancos e inchar o teu ventre. (Números 5, 21)

  • Estas águas malditas entrem no teu ventre, fazendo-to inchar e emagrecer os teus flancos. A mulher responderá: Assim seja, assim seja. (Números 5, 22)

  • Depois que ela as tiver bebido, se está culpada, se, desprezado o marido, pecou por adultério, penetrá-la-ão as águas da maldição, farão inchar o seu ventre, emagrecerão os seus flancos, e aquela mulher será objecto de maldição no meio do seu povo. (Números 5, 27)

  • Que esta não fique como um aborto que é lançado fora do ventre de sua mãe, já meio consumido. (Números 12, 12)


“Mantenha-se sempre muito unido à Igreja Católica, pois somente ela pode lhe dar a verdadeira paz, porque somente ela possui Jesus Sacramentado que é o verdadeiro príncipe da paz.” São Padre Pio de Pietrelcina