1. Congregou-se todo o Israel com Davide em Hebron, dizendo: Nós somos teus ossos e tua carne.

2. Já antes, quando ainda reinava Saul, eras tu que conduzias Israel, porque a ti disse o Senhor teu Deus: Tu apascentarás o meu povo de Israel, tu serás o seu príncipe.

3. Todos os anciães de Israel foram, pois, ter com o rei a Hebron. Davide fez aliança com eles diante do Senhor, e eles ungiram-no rei sobre Israel, em conformidade com a palavra que o Senhor tinha proferido por meio de Samuel.

4. Davide marchou com todo o Israel sobre Jerusalém, que é Jebus, onde estavam os Jebuseus, habitantes do país.

5. Os que habitavam em Jebus disseram a Davide: Tu não entrarás aqui. Contudo Davide tomou a fortaleza de Sião, que é a cidade de Davide.

6. Davide disse: Aquele que primeiro ferir um Jebuseu será príncipe e chefe. O primeiro a subir foi Joab, filho de Sarvia, que, (por isso) foi feito chefe.

7. Davide habitou na fortaleza, que, por tal motivo, se chamou cidade de Davide.

8. Edificou a cidade ao redor, desde Melo até à outra extremidade: Joab reparou o resto da cidade.

9. Davide fazia progressos, adiantando-se e fortalecendo-se, e o Senhor dos exércitos era com ele.

10. São estes os principais entre os homens fortes de Davide, que o ajudaram no seu reinado sobre todo de o Israel, segundo a palavra que o Senhor tinha dito a Israel.

11. Este é o número dos valentes de Davide: Jesbaão, filho de Hacamoni, chefe dos trinta. Este levantou a sua lança sobre trezentos, que feriu duma só vez.

12. Depois deste, Eleazar Aoíta, filho de Dodo, era um dos três valentes.

13. Este achou-se com Davide em Fesdomim, quando os Filisteus se juntaram ali para dar batalha. Os campos daquela região estavam cheios de cevada, e o povo tinha fugido diante dos Filisteus,

14. mas estes (Eleazar e Sema) conservaram-se firmes no meio do campo e defenderam-no; tendo destroçado os Filisteus, deu o Senhor uma grande vitória ao seu povo.

15. Três dos trinta príncipes desceram à rocha, onde estava Davide, junto da caverna de Odolão quando os Filisteus tinham acampado no vale de Refain.

16. Davide estava na fortaleza, e uma guarnição de Filisteus estava em Belém.

17. Davide teve então um desejo e disse: Oh! quem me dera água da cisterna de Belém, que está junto da porta (da cidade)!

18. Imediatamente estes três homens atravessaram pelo meio do acampamento dos Filisteus, tiraram água da cisterna de Belém, que estava junto da porta, e levaram-na a Davide, para que bebesse; ele não a quis beber, mas antes a ofereceu em libação ao Senhor,

19. dizendo: Longe de mim que eu tal faça na presença do meu Deus, que beba o sangue destes homens! De facto trouxeram-me água com perigo das suas vidas. Por esta causa, não a quis beber. Isto fizeram aqueles três valentíssimos.

20. Abisai, irmão de Joab, era o primeiro dos outros três. Também ele levantou a sua lança contra trezentos, que matou, e era o mais famoso entre os três.

21. Era o mais notável dentre os três do segundo terno, e seu chefe, todavia nunca igualou os três primeiros.

22. Banaias, (natural) de Cabseel, filho de Jojada, homem valentíssimo que se assinalou em grandes feitos, matou os dois Arieis (ou grandes leões) de Moab. (Um dia) desceu e matou um leão no meio duma cisterna em tempo de neve.

23. Matou também um Egípcio, cuja estatura era de cinco côvados, e tinha uma lança como o órgão do tear dos tecelões. Foi contra ele com um pau, tirou-lhe a lança que tinha na mão, e com esta mesma lança o matou.

24. Estas coisas fez Banalaa, filho de Jojada, que era o mais afamado entre os três valentes,

25. o principal entre os trinta; todavia não igualava os três primeiros. Davide o admitiu para seu conselheiro íntimo.

27. Samot de Arori, Heles de Falon,

28. Ira de Técua, filho de Aces, Abiezer de Anatot,

29. Sobocai de Husat, Ilai de Aó,

30. Maarai de Netofat, Heled, filho de Baana de Netofat,

31. Etai, filho de Ribai de Gabaa da tribo de Benjamim, Banaia de Faraton,

32. Hurai da torrente de Gaas, Abiel de Harbat, Azmot de Baurami, Eliab de Salaboni;

33. Bené-Assen Gezonita, Jonatan filho de Sage de Arari,

34. Aião filho de Sacar de Axari,

35. Elifal filho de Ur,

36. Efer de Mecerat, Aia de Felon,

37. Hesro do Carmelo. Naarai, filho de Asbal,

38. Joel, irmão de Natan, Mibaar, filho de Agaral,

39. Selec de Amoni, Naarai de Berot, escudeiro de Joab, filho de Sarvia,

40. Ira de Jeter, Gareb de Jeter,

41. Urias Heteu, Zabad filho de Ooli,

42. Adina filho de Siza da tribo de Ruben, chefe dos Rubenitas, e com ele outros trinta;

43. Hanan, filho de Maca, Josafat Matani,

44. Ozias Astarotita, Sama e Jeiel, filhos de Hotão de Arori,

45. Jediel, filho de Samri, Joa, seu irmão, de Tosa,

46. Eliel de Maumi, Jeribal e Josaia, filhos de Elnaem, Jetma de Moab, Eliel, Obed e Jeslel de Masobia.





“Deus nunca me recusou um pedido”. São Padre Pio de Pietrelcina