1. Vi o Senhor, em pé, sobre o altar (idolátrico de Betel). Disse: Fere o capitel, e abalem-se os umbrais da porta! Parte-os sobre a cabeça de todos! Matarei à espada o que restar. Nenhum escapará, nenhum se salvará.

2. Ainda que eles desçam até à morada dos mortos, a minha mão os tirará de lá; ainda que subam até ao céu, de lá os farei descer;

3. se se esconderem no cume do Carmelo, eu os irei buscar e de lá os tirarei; se se esconderem de meus olhos no profundo do mar, ordenarei à serpente que os morda;

4. se forem para o cativeiro diante dos seus inimigos, aí ordenarei à espada que os mate. Terei os meus olhos sobre eles para seu mal, não para seu bem.

5. (Assim falou) o Senhor Deus dos exércitos, (esse que) ao tocar a terra, ela se funde e todos os seus habitantes ficam de luto; todo o solo aumenta de volume, como o Nilo, e decresce como o rio do Egito (ao chegar ao mar).

6. Construiu a morada no céu, e fundou a sua abóbada sobre a terra; chama as águas do mar e derrama-as sobre a face da terra. O seu nome é: O Senhor.

7. Porventura vós, ó filhos de Israel, diz o Senhor, não sois para comigo como os filhos dos Etíopes? Porventura não fiz sair Israel da terra do Egito, como os Filisteus de Caftor, e os Sírios de Quir? (ver nota)

8. Eis que os olhos do Senhor Deus estão abertos sobre este reino que peca; exterminá-lo-ei da face da terra; todavia não destruirei inteiramente a casa de Jacob, diz o Senhor.

9. Porque vou dar ordens, vou fazer que a casa de Israel seja agitada entre as nações, como o trigo se sacode no crivo, mas sem cair por terra um só grão.

10. Todos os pecadores do meu povo morrerão à espada, eles que dizem: Não nos atingirá, não virá sobre nós o mal.

11. Naquele dia levantarei a cabana (ou reino) de Davide, que havia caído, repararei as brechas dos seus muros, restaurarei o que se tinha arruinado, e reedificá-la-ei como nos dias antigos,

12. para que possuam os restos da Idumeia e todas as nações, sobre que o meu nome foi invocado, diz o Senhor, que é o que faz estas coisas.

13. Eis que vêm dias, diz o Senhor, em que o ceifeiro seguirá de perto o que lavra, e o que pisa as uvas (seguirá de perto) o semeador; os montes destilarão mosto, todos os outeiros se derreterão em sumo de uva. (ver nota)

14. Restaurarei o meu povo de Israel; reedificarão as cidades desertas e habitá-las-ão; plantarão vinhas e beberão o seu vinho; cultivarão jardins e comer-lhes-ão os frutos.

15. Plantá-los-ei no seu país e não os tornarei mais a arrancar da terra que lhes dei, diz o Senhor teu Deus.





“Cada Missa lhe obtém um grau mais alto de gloria no Céu!” São Padre Pio de Pietrelcina