1. E ao anjo da Igreja de Sardes escreve: "Isto diz aquele que tem os sete Espíritos de Deus e as sete estrelas: Conheço as tuas obras, (sei) que tens a reputação de que vives, e estás morto.

2. Sê vigilante e confirma (na fé) os restos que estavam para morrer, porque não achei as tuas obras perfeitas diante do meu Deus.

3. Lembra-te, pois, do que recebeste e ouviste, observa-o e faze penitência. Se não vigiares, virei a ti como um ladrão, e não saberás a que hora virei a ti.

4. Tens, porém, algumas pessoas em Sardes que não contaminaram os seus vestidos: acompanhar-me-ão vestidas de branco, porque são dignas disso. (ver nota)

5. Aquele que vencer será assim revestido de vestiduras brancas, e eu não apagarei o seu nome do livro da vida, e confessarei o seu nome diante de meu Pai e diante dos seus anjos.

6. Aquele que tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às Igrejas."

7. Ao anjo da Igreja de Filadélfia escreve: "Isto diz o Santo, o Verdadeiro, aquele que tem a chave (da casa) de David, aquele que abre e ninguém fechará, que fecha e ninguém abrirá: (ver nota)

8. Conheço as tuas obras. Eis que pus diante de ti uma porta aberta, que ninguém pode fechar, porque, tendo pouca força, mesmo assim guardaste a minha palavra e não negaste o meu nome. (ver nota)

9. Eis que te vou dar da sinagoga de Satanás os que dizem que são Judeus, e não o são mentirosos! eis que farei com que eles venham e se prostrem a teus pés e reconheçam que te amei.

10. Porque guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei da hora da tentação, que virá a todo o mundo para provar os habitantes da terra.

11. Eis que venho brevemente; guarda o (tesouro da fé) que tens, para que ninguém tome a tua coroa.

12. Ao que vencer, fá-lo-ei uma coluna no templo do meu Deus, e não sairá jamais dele. Escreverei sobre ele o nome do meu Deus e o nome da cidade do meu Deus, a nova Jerusalém, que desce do céu, vinda do meu Deus, e o meu novo nome. (ver nota)

13. Aquele que tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às Igrejas."

14. Ao anjo da Igreja de Laodiceia escreve: "Isto diz o Amen (isto é, aquele que é a mesma verdade), a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus:

15. Conheço as tuas obras, que não és nem frio nem quente. Oxalá foras frio ou quente.

16. Mas, porque és morno, nem frio nem quente, vou vomitar-te da minha boca.

17. Dizes; sou rico, enchi-me de bens, de nada tenho falta e não sabes que és um infeliz, um miserável, pobre, cego e nu!

18. Aconselho-te a que me compres ouro provado no fogo, para te fazeres rico, roupas brancas (da santidade) para te vestires e ocultares a vergonha da tua nudez, e um colírio para ungir teus olhos, para que vejas. (ver nota)

19. Aos que amo, repreendo e castigo. Tem, pois, zelo e faze penitência.

20. Eis que estou à porta (do teu coração) e bato. Se alguém ouvir a minha voz e me abrir a porta, entrarei nele, cearei com ele, e ele comigo. (ver nota)

21. Aquele que vencer, fá-lo-ei sentar comigo no meu trono, assim como eu mesmo também venci e me sentei com meu Pai no seu trono.

22. Aquele que tem ouvidos, ouça o que o Espirito diz às Igrejas."





“Reze, reze! Quem muito reza se salva e salva os outros. E qual oração pode ser mais bela e mais aceita a Nossa Senhora do que o Rosario?” São Padre Pio de Pietrelcina