1. Foi pois Booz à porta (da cidade) e sentou-se ali. Vendo passar o parente de que antes falam os, chamando-o pelo seu nome, disse-lhe: Vem cá por um pouco, e senta-te aqui. Ele foi e sentou-se.

2. Então Booz, tomando dez homens dos anciãos da cidade, disse-lhes: Sentai-vos aqui.

3. Estando eles sentados, (Booz) disse ao parente: Noemi, que voltou do país de Moab, está para vender uma parte do campo de Elimelec, nosso irmão;

4. eu quis informar-te disso e dizer-to diante de todos os que estão aqui sentados, dos anciãos do meu povo. Se o queres possuir pelo direito de parentesco, compra-o e fica com ele, mas, se te desagrada, dize-mo, para que eu saiba o que devo fazer; com efeito, não há outro parente senão tu, que és o primeiro, e eu, que sou o segundo. Ele respondeu: Eu comprarei o campo.

5. Booz disse-lhe: Logo que compres o campo de Noemi, é também necessário que cases com Rute Moabita, que foi mulher do defunto, para que faças reviver o nome do teu parente na sua herança.

6. Ele respondeu: Eu cedo o direito de parentesco, com receio de prejudicar os meus herdeiros; usa tu do meu privilégio, ao qual eu declaro que renuncio espontaneamente.

7. Era um costume antigo em Israel, entre os parentes, que quando um cedia o seu direito a outro, para a cessão ser válida, o que cedia tirava o seu sapato e dava-o ao seu parente. Este era o testemunho da cessão em Israel.

8. Disse pois Booz ao seu parente: Tira o teu sapato. E ele o tirou logo do pé.

9. (Booz) disse aos anciãos e a todo o povo: Vós sois hoje testemunhas de que entro a possuir tudo o que era de Elimelec, Quelion e Maalon, entregando-mo Noemi,

10. e de que recebo por esposa a Rute Moabita, mulher que foi de Maalon, a fim de eu fazer reviver o nome do defunto na sua herança, para o seu nome se não eliminar de entre os irmãos e da porta da sua cidade. Digo-vos, sois testemunhas disto.

11. Respondeu todo o povo, que estava à porta, com os anciãos: Nós somos testemunhas; o Senhor faça que esta mulher, que entra na tua casa, seja como Raquel e Lia, que fundaram a casa de Israel. Que, por ela, sejas forte em Efrata, e tenha um nome célebre em Belém.

12. Que a tua casa se torne como a casa de Farés, que Tamar deu á luz a Judá, pela posteridade que o Senhor te der desta jovem

13. Booz pois tomou Rute, e casou com ela. Depois de a ter conhecido, o Senhor fez (a Rute) a graça de conceber e dar à luz um filho.

14. E as mulheres disseram a Noemi: Bem dito seja o Senhor, que não permitiu que te faltasse um redentor! Que o seu nome seja celebrado em Israel!

15. Terás quem console a tua alma, e te sustente na velhice, porque nasceu um menino de tua nora, a qual te ama, e é para ti muito melhor do que sete filhos,

16. Noemi, tomando o menino, o pôs no seu regaço, e fazia as vezes de ama e de criada.

17. As mulheres suas vizinhas congratulavam-se com ela, e diziam: Nasceu um filho a Noemi! Puseram-lhe o nome de Obed. Ele foi pai de Isai, pai de David.

18. Estas são as gerações de Farés: Farés gerou Esron,

19. Esron gerou Aram, Aram gerou Aminadab,

20. Aminadab gerou Naason, Naason gerou Salmon,

21. Salmon gerou Booz, Booz gerou Obed,

22. Obed gerou Isai, Isai gerou David.





“A cada vitória sobre o pecado corresponde um grau de glória eterna”. São Padre Pio de Pietrelcina