1. Vou ter convosco pela terceira vez. Sobre a declaração de duas ou três testemunhas tudo será decidido.

2. Como já o disse, achando-me presente, na minha segunda visita, assim o digo, também agora, estando ausente, que, se eu for outra vez, não perdoarei aos que antes pecaram nem a todos os outros.

3. Porventura quereis pôr à prova Cristo, que fala em mim, o qual não é fraco a vosso respeito, mas sim poderoso entre vós? (ver nota)

4. Em realidade, embora fosse crucificado por fraqueza, vive todavia pelo poder de Deus. Também. nós somos fracos nele, mas viveremos com ele pela virtude de Deus em vós.

5. Examinai-vos a vós mesmos, (vede) se estais firmes na fé. Provai-vos a vós mesmos. Acaso não conheceis que Jesus Cristo está em vós? A não ser que a prova seja contra vós.

6. Mas espero que reconhecereis que a prova não é contra nós.

7. Rogamos a Deus que não façais nenhum mal, não para que apareçamos como aprovados, mas a fim de que façais o bem, ainda que sejamos tidos como reprovados.

8. Porque nada podemos contra a verdade, mas apenas a seu favor.

9. Alegramo-nos de ser fracos, enquanto vós sois fortes. E o que pedimos nas nossas orações, é a vossa perfeição.

10. Portanto eu vos escrevo isto, estando ausente, para que, estando presente, não tenha de proceder com rigor, segundo o poder que Deus me deu para edificação, e não para destruição.

11. Quanto ao mais, irmãos, alegrai-vos, procurai ser perfeitos, encorajai-vos, tende o mesmo sentir, vivei em paz, e o Deus da caridade e da paz será convosco.

12. Saudai-vos uns aos outros em ósculo santo. Todos os santos vos saúdam.

13. A graça do Senhor Jesus Cristo, a caridade de Deus e a comunicação do Espírito Santo sejam com todos vós.





“Que o Espírito Santo guie a sua inteligência, faça-o descobrir a verdade escondida na Sagrada Escritura e inflame a sua vontade para praticá-la.” São Padre Pio de Pietrelcina