1. Ora aconteceu que, tendo decorrido um ano, no tempo em que os reis costumam ir para a guerra, Joab juntou o exército e a flor das tropas, assolou o pais dos Amonitas e pôs cerco a Raba. Davide, porém, ficou em Jerusalém, enquanto Joab bateu Jelaba e a destruiu.

2. Davide tirou a coroa de cima da cabeça de Melcom, e encontrou nela o peso dum talento de ouro e pedras preciosíssimas, de que fez para si um diadema; levou também muitos despojos da cidade.

3. Mandou sair o povo, que havia nela, e empregou-o em serrar, em afiar ferros, em serviços com machados. O mesmo fez em todas as cidades dos Amonitas. (Depois) voltou para Jerusalém com todo o seu povo.

4. Depois disto, travou uma batalha em Gazer contra os Filisteus, durante a qual Sobocai de Husat matou Safai da raça dos Refaim. Os Filisteus ficaram humiIhados.

5. Houve ainda outra guerra contra os Filisteus, na qual Adeodato, filho de Salto de Belém, matou um irmão de Golias, de Get, que tinha uma lança cuja haste era como um órgão dos tecelões.

6. E ainda houve outra batalha em Get, onde foi encontrado um homem de grandíssima estatura, que tinha seis dedos nos pés e nas mãos, isto é, vinte e quatro ao todo, o qual descendia também da raça de Rafa.

7. Este insultava Israel, mas Jonatan, filho de Samaa, irmão de Davide, matou-o. Estes são os filhos de Rafa em Get, que foram mortos pelas mãos de Davide e das suas tropas.





“Deus quer que as suas misérias sejam o trono da Sua misericórdia.” São Padre Pio de Pietrelcina