Encontrados 415 resultados para: Sacerdotes

  • Sòmente não comprou a terra dos sacerdotes, porque os sacerdotes tinham uma determinada provisão de Faraó, e comiam a provisão que lhes dava Faraó. Por isso não venderam as suas terras, (Gênesis 47, 22)

  • Os sacerdotes também que se aproximam do Senhor, santifiquem-se para que ele os não fira (de morte). (Êxodo 19, 22)

  • O Senhor disse-lhe: Vai, desce, e (em seguida) subirás tu, e Aarão contigo: os sacerdotes, porém, e o povo não ultrapassem os limites, nem subam para o Senhor, não suceda que ele os mate. (Êxodo 19, 24)

  • Assim farás a Aarão e aos seus filhos, e lhes porás as mitras. Serão meus sacerdotes para um culto perpétuo. Depois que tiveres sagrado as suas mãos, (Êxodo 29, 9)

  • assim como as vestes, de que usam no santuário os sacerdotes, isto é, Aarão e seus filhos para as funções sacerdotais. (Êxodo 39, 41)

  • imolará o novilho diante do Senhor, e os sacerdotes, filhos de Aarão oferecerão o seu sangue, derramando-o ao redor do altar, que está diante da porta do tabernáculo; (Levítico 1, 5)

  • e a levará aos sacerdotes, filhos de Aarão, um dos quais tomará um punhado da flor da farinha com azeite, e todo o incenso, e porá estas coisas como um memorial sobre o altar, em suave odor ao Senhor. (Levítico 2, 2)

  • Porá a mão sobre a cabeça da sua vitima, a qual será imolada à entrada do tabernáculo da reunião, e os sacerdotes filhos de Aarão derramarão o sangue ao redor do altar. (Levítico 3, 2)

  • porque todo o sacrifício dos sacerdotes será consumido pelo fogo, e ninguém comerá dele. (Levítico 6, 23)

  • fará expiação pelo santuário, pelo tabernáculo da reunião e pelo altar, e também pelos sacerdotes e por todo o povo. (Levítico 16, 33)

  • Disse também o Senhor a Moisés: Fala aos sacerdotes, filhos de Aarão, e dize-lhes: Não se contamine o sacerdote na morte dos seus concidadãos, (ver nota) (Levítico 21, 1)

  • Os sacerdotes não raparão a cabeça nem a barba, nem farão incisões nas suas carnes. (Levítico 21, 5)


“Não se desencoraje, pois, se na alma existe o contínuo esforço de melhorar, no final o Senhor a premia fazendo nela florir, de repente, todas as virtudes como num jardim florido.” São Padre Pio de Pietrelcina