1. O que quer separar-se do seu amigo busca ocasiões (para isso); será coberto de opróbrio em todo o tempo. O insensato não gosta das palavras de prudência, mas sòmente de manifestar os seus pensamentos.

3. O ímpio, depois de ter caído no abismo dos pecados, tudo despreza; porém a ignomínia e o opróbrio o vão seguindo.

4. As palavras que saem da boca do homem são como uma água profunda; a fonte da sabedoria é como a corrente que trasborda. Não é bom ter considerações com a pessoa do ímpio, para prejudicar o justo julgamento.

6. Os lábios do insensato metem-se em disputas, e a sua boca provoca contendas.

7. A boca do insensato é a sua ruína, os seus lábios são um laço para a sua alma.

8. As palavras do intriguista são como iguarias apetitosas, que penetram até ao íntimo das entranhas.

9. O negligente no seu trabalho é irmão do dissipador.

10. O nome do Senhor é uma torre fortíssima; aí se acolhe o justo e encontra um refúgio seguro.

11. A riqueza do rico é a sua cidade forte: na sua imaginação é uma alta muralha.

12. O coração do homem exalta-se antes da sua queda, mas a humildade precede a glória.

13. Aquele que responde antes de ouvir, mostra ser um insensato e digno de confusão.

14. O espirito do homem sustenta-o nos seus sofrimentos; mas quem poderá levantar um espírito abatido?

15. O coração prudente possuirá a ciência; e o ouvido dos sábios busca a doutrina.

16. Os presentes que um homem dá, abrem-lhe um dilatado caminho,e dão-lhe lugar diante dos grandes.

17. Parece ter razão o que expõe primeiro a sua causa; vem depois a parte adversa, e então se examina a fundo a questão.

18. A sorte apazígua as contendas, e decide entre os próprios poderosos.

19. O irmão, que é ajudado por seu irmão, é como uma cidade forte, e as suas decisões são como os ferrolhos das cidades.

20. Do fruto da boca do homem se encherá o seu ventre, e o produto dos seus lábios o saciará. (ver nota)

21. A morte e a vida estão em poder da língua; conforme o uso que dela fizeres assim comerás dos seus frutos. (ver nota)

22. Aquele que achou a uma mulher boa achou um tesouro, recebeu do Senhor um grande favor.

23. O pobre fala suplicando, e o rico responde com aspereza.

24. Há amigos (que servem) só para fazer companhia, mas também os há mais dedicados que um irmão.





“Ouço interiormente uma voz que constantemente me diz: Santifique-se e santifique!” São Padre Pio de Pietrelcina