1. Palavras (ou história) de Neemias, filho de Helquias. Aconteceu no mês de Casleu, no ano vigésimo (do rei Artaxerxes Longimano) que eu estava no castelo de Susa. (ver nota)

2. Chegou Hanani, um de meus irmãos, com alguns homens de Judá, a quem perguntei pelos Judeus que tinham ficado, que sobreviviam ainda depois do cativeiro, e acerca de Jerusalém.

3. Eles responderam-me: Os que ficaram, depois do cativeiro, e foram deixados lá na província, estão numa grande aflição e em ignomínia; os muros de Jerusalém foram destruídos, e as suas portas consumidas pelo fogo.

4. Quando ouvi estas palavras, sentei-me, chorei e estive como em luto muitos dias. Jejuei e orei, na presença do Deus do céu,

5. dizendo: "Peço-te, Senhor Deus do céu, forte, grande e terrível, que guardas o teu pacto e a tua misericórdia para com aqueles que te amam e observam os teus mandamentos,

6. que os teus ouvidos estejam atentos e os teus olhos se abram para ouvires a oração que eu, teu servo, estou fazendo na tua presença, de noite e de dia, pelos filhos de Israel, teus servos, confessando os pecados dos filhos de Israel, com os quais te temos ofendido. Em realidade, eu e a casa de meu pai pecámos.

7. Ofendemos-te gravemente, não guardámos os mandamentos, as leis, as ordenações, que prescreveste a teu servo Moisés.

8. Lembra-te da palavra que deste a Moisés, teu servo, quando disseste: Se vós prevaricardes, eu vos espalharei entre os povos;

9. mas, se vos converterdes a mim, se guardardes os meus preceitos e os cumprirdes, ainda que tenhais sido espalhados até às extremidades do mundo, eu vos juntarei desses países e vos reconduzirei ao lugar que escolhi para nele habitar o meu nome.

10. "Estes são teus servos e teu povo, que tu resgataste com a tua grande força e com a tua mão poderosa.

11. Peço-te, Senhor, que estejam atentos os teus ouvidos à oração do teu servo e às súplicas dos teus servos, que querem temer o teu nome. Digna-te, agora, fazer que seja bem sucedido o teu servo, faze-o achar misericórdia diante deste homem ." Eu era copeiro do rei.





“Jesus vê, conhece e pesa todas as suas ações.” São Padre Pio de Pietrelcina