Gefunden 428 Ergebnisse für: Porventura

  • Porventura, Se tu obrares bem, não receberás (por isso galardão)? Se obrares mal, estará logo o pecado à tua porta, Mas sob ti está o teu desejo, e tu o dominarás. (Gênesis 4, 7)

  • E o Senhor disse a Caim: onde está teu irmão Abel? E ele respondeu: não sei. Porventura sou eu o guarda de meu irmão? (Gênesis 4, 9)

  • Há porventura alguma coisa (que seja) difícil a Deus? Voltarei a ti, segundo a promessa feita, neste mesmo tempo no próximo ano, e Sara terá um filho. (Gênesis 18, 14)

  • Porventura não me disse ele: ela é minha irmã? e não me disse ela: ele é meu irmão? Fiz isto na simplicidade do meu coração, e com pureza das minhas mãos. (Gênesis 20, 5)

  • Respondeu o Servo: Se a mulher não quiser vir comigo para esta terra, porventura devo eu reconduzir teu filho para o lugar donde saiste? (Gênesis 24, 5)

  • Esaú prosseguiu: com razão lhe foi posto o nome de Jacob, porque pela segunda vez me suplantou: Primeiro, tirou-me o direito da primogenitura, e, agora, novamente me roubou a minha bênção. Disse de novo ao pai: Porventura não reservaste uma bênção também para mim? (Gênesis 27, 36)

  • Esaú disse-lhe: Porventura ó pai, tens uma só bênção? Rogo-te que me abençoes também a mim. E, como rompesse num grande pranto, (Gênesis 27, 38)

  • Perguntou-lhes: Conheceis porventura Labão, filho de Nacor? Disseram: Conhecemos. (Gênesis 29, 5)

  • e disse ao seu sogro: Que é isto que me quiseste fazer? Porventura não te servi eu por Raquel? Porque razão me enganaste? (Gênesis 29, 25)

  • Ela respondeu-lhe: Porventura parece-te pouco teres-me roubado o marido. Senão que também me queres levar as mandrágoras de meu filho? Raquel disse: (consinto que ele) durma esta noite contigo pelas mandrágoras de teu filho. (Gênesis 30, 15)

  • Raquel e Lia responderam: Porventura resta-nos alguma coisa dos bens e da herança da casa de nosso pai? (Gênesis 31, 14)

  • Em seguida, levantando os olhos, viu as mulheres e os seus filhos, e disse: Quem são estes? Porventura pertencem-te? Respondeu: São os filhos que Deus me deu a mim, teu servo, (Gênesis 33, 5)


“Queira o dulcíssimo Jesus conservar-nos na Sua graça e dar-nos a felicidade de sermos admitidos, quando Ele quiser, no eterno convívio…” São Padre Pio de Pietrelcina