1. No primeiro ano de Ciro, rei dos Persas, a fim de se cumprir a palavra do Senhor pronunciada pela boca de Jeremias, o Senhor suscitou o espírito de Ciro, rei dos Persas, que mandou publicar em todo o seu reino, de viva voz e por escrito, esta ordem:

2. Eis o que diz Ciro, rei dos Persas: O Senhor Deus do céu deu-me todos os reinos da terra, e ele mesmo me mandou que Ihe edificasse um templo em Jerusalém, que está na Judeia.

3. Quem é dentre vós pertencente ao seu povo? O seu Deus seja com ele. Vá para Jerusalém, que está na Judeia, e edifique a casa do Senhor Deus de Israel. O Deus (verdadeiro) é aquele que está em Jerusalém.

4. Todos aqueles que ainda restam (de Judá), em qualquer lugar onde habitem, sejam ajudados pelas populações desse lugar com prata, com ouro, com (outros) bens e com gados, com dons voluntàriamente oferecidos para o templo de Deus, que está em Jerusalém.

5. Então os chefes das famílias de Judá e de Benjamim, os sacerdotes, os Levitas, e todos aqueles cujo coração Deus tinha tocado, prepararam-se para ir reedificar o templo do Senhor, que estava em Jerusalém.

6. Todos os que moravam perto deles ajudaram-nos, pondo em suas mãos objectos de prata e de ouro, utensilios, gados e coisas preciosas, além daquilo que tinham oferecido voluntàriamente.

7. O rei Ciro entregou também os vasos do templo do Senhor, que Nabucodonosor tinha levado de Jerusalém e que tinha posto no templo do seu deus.

8. Ciro, rei dos Persas, mandou-os entregar por mão de Mitridates, filho de Gazabar, e deu-os por conta a Sassabasar, príncipe de Judá.

9. Eis o número deles; Trinta copos de ouro, mil copos de prata, vinte e nove facas, trinta taças de ouro,

10. quatrocentas e dez taças de prata de segundo tamanho, e mil outros vasos.

11. Todos os vasos de ouro e de prata, eram cinco mil e quatrocentos. Todos levou Sassabasar, com os que voltaram do cativeiro de Babilônia para Jerusalém.





“O homem sem Deus é um ser mutilado”. São Padre Pio de Pietrelcina