1. Ora, sendo nós cooperadores (de Cristo), vos exortamos a que não recebais em vão a graça de Deus.

2. Porque ele diz: Eu te ouvi, no tempo aceitável, e te ajudei, no dia da salvação (Is. 49, 8). Eis aqui agora o tempo aceitável, eis aqui agora o dia da salvação.

3. Não damos a ninguém ocasião alguma de escândalo, para que não seja vituperado o nosso ministério,

4. antes em todas as coisas nos mostramos como ministros de Deus, com muita paciência nas tribulações, nas necessidades, nas angústias,

5. nos açoites, nos cárceres, nas sedições, nos trabalhos, nas vigílias, nos jejuns;

6. com a castidade, com a ciência, com a longanimidade, com a mansidão, com o Espírito Santo, com a caridade não fingida,

7. com a palavra da verdade, com a virtude de Deus, com as armas da justiça, na mão direita e na mão esquerda,

8. entre a glória e a ignomínia, entre a infâmia e o bom nome; considerados como impostores, embora sejamos verdadeiros; como desconhecidos, embora conhecidos;

9. como moribundos, mas ainda vivos; como castigados, mas escapados à morte;

10. como tristes, mas sempre alegres; como pobres, mas enriquecendo a muitos; como não tendo nada, mas possuindo tudo.

11. A nossa boca está aberta para vós, ó Coríntios, o nosso coração dilatou-se.

12. Não estais apertados dentro dele. Apertados sois vós de coração. (ver nota)

13. Dai-nos igual correspondência (de amor), falo-vos como a filhos, dilatai-vos também vós.

14. Não vos sujeiteis ao mesmo jugo que os infiéis. Pois, que união pode haver entre a justiça e a iniquidade? Ou que sociedade entre a luz e as trevas?

15. Que concórdia entre Cristo e Belial? Que de comum entre o fiel e o infiel?

16. Que relação entre o templo de Deus e os ídolos? Com efeito, somos o templo de Deus vivo, como Deus disse: Habitarei neles e andarei entre eles, serei o seu Deus e eles serão o meu povo (Lv. 26, 11-12).

17. Portanto, sai do meio deles e separai-vos, diz o Senhor. Não toqueis o que é impuro, e eu vos receberei.

18. Serei vosso pai, e vós sereis meus filhos e minhas filhas, diz o Senhor todo poderoso (Is. 52,11; Jer. 31,9).





“Pense na felicidade que está reservada para nós no Paraíso”. São Padre Pio de Pietrelcina