1. Ezequias começou a reinar, tendo de idade vinte e cinco anos, e reinou vinte e nove anos em Jerusalém. Sua mãe chamava-se Abia, filha de Zacarias.

2. Ele fez o que era agradável aos olhos do Senhor, conforme tudo o que tinha feito David, seu pai.

3. No primeiro ano e mês do seu reinado, mandou abrir as portas da casa do Senhor e restaurou-as.

4. Mandou também vir os sacerdotes e os Levitas, e juntou-os na praça oriental.

5. Disse-lhes: Ouvi-me, Levitas, e purificai-vos; limpai a casa do Senhor Deus de vossos pais e tirai do santuário toda a imundície.

6. Nossos pais pecaram e cometeram o mal diante do Senhor, nosso Deus, abandonando-o; apartaram os seus rostos do tabernáculo do Senhor e voltaram-lhe as costas.

7. Fecharam as portas que havia no pórtico, apagaram as lâmpadas, não queimaram incenso, não ofereceram holocaustos no santuário do Deus de Israel.

8. Deste modo, a ira do Senhor inflamou-se contra Judá e Jerusalém e abandonou-os à turbação, à ruína, ao escárneo, como vós mesmo o estais vendo com vossos olhos.

9. Vede como nossos pais pereceram à espada, como nossos filhos, nossas filhas e nossas mulheres foram levados cativos em castigo de tão grande crime.

10. Agora desejo que renovemos a aliança com o Senhor Deus de Israel, e ele afastará de nós o furor da sua ira.

11. Filhos meus, não sejais negligentes; o Senhor escolheu-vos para estardes em sua presença, para o servirdes, para lhe prestardes culto, para lhe queimardes incenso.

12. Então os Levitas, da descendência de Caat: Maat, filho de Amasai, Joel, filho de Azarias; e da descendência de Merari: Cis, filho de Abdi, e Azarias, filho de Jalaleel; e da descendência de Gerson: Joá, filho de Zema, e Eden, filho de Joá;

13. e da descendência de Elisafan: Samri e Jaiel; e da descendência de Asaf: Zacarias e Matanias;

14. e da descendência de Heman: Jaiel e Semei; e da descendência de Iditum: Semeias e Oziel

15. puseram-se a reunir os seus irmãos, purificaram-se e entraram, segundo a ordem do rei e o mandamento do Senhor, para purificarem a casa de Deus,

16. Tendo os sacerdotes entrado no templo do Senhor para o santificarem, tiraram para fora todas as impurezas que acharam dentro no vestíbulo da casa do Senhor, as quais os Levitas tomaram e levaram fora à torrente do Cedron.

17. Começaram a limpar, no primeiro dia do primeiro mês, e ao oitavo dia do mesmo mês chegaram ao pórtico do templo do Senhor. Gastaram oito dias a purificar o templo. No décimo sexto dia do mesmo mês, acabaram o que tinham começado.

18. Então foram ao palácio do rei Ezequias e disseram-lhe: Santificámos toda a casa do Senhor, o altar dos holocaustos, os seus vasos, a mesa da proposição com todos os seus vasos,

19. e todas as alfaias do templo, que o rei Acaz tinha profanado no seu reinado, depois que prevaricou: tudo está exposto diante do altar do Senhor.

20. O rei Ezequias, levantando-se de madrugada, convocou todos os príncipes da cidade e subiu à casa do Senhor;

21. todos juntos ofereceram sete touros, sete carneiros, sete cordeiros e sete bodes pelo pecado, pelo rei, pelo santuário e por Judá. Ele disse aos sacerdotes, descendentes de Aarão, que os oferecessem sobre o altar do Senhor.

22. Os sacerdotes imolaram os touros, tomaram o sangue e derramaram-no sobre o altar; imolaram também os carneiros e derramaram o seu sangue sobre o altar; imolaram os cordeiros e derramaram o sangue sobre o altar.

23. Levaram diante do rei e de toda a multidão os bodes pelo pecado e impuseram-lhes as mãos (confessando os seus pecados).

24. Os sacerdotes imolaram-nos e derramaram o seu sangue diante do altar para expiação de todo o Israel, porque o rei tinha mandado que se oferecesse por todo o Israel o holocausto e o sacrifício expiatório.

25. Estabeleceu os Levitas na casa do Senhor com címbalos, cítaras e harpas, segundo a disposição do rei David, do vidente Gad e do profeta Natan. O Senhor assim o tinha ordenado por meio dos seus profetas.

26. Os Levitas puseram-se em pé, tendo os instrumentos músicos de David, e os sacerdotes as trombetas.

27. Ezequias mandou que oferecessem os holocaustos sobre o altar. Enquanto se ofereciam os holocaustos, começaram a cantar louvores ao Senhor, a tocar as trombetas e a tanger os diversos instrumentos músicos de David, rei de Israel.

28. Enquanto todo o povo adorava, os cantores e os que tinham as trombetas, cumpriam com o seu ministério, até que o holocausto terminou.

29. Terminado o holocausto, prostrou-se o rei e todos os que estavam com ele, e adoraram.

30. Ezequias e os chefes mandaram aos Levitas que cantassem os louvores ao Senhor com os hinos de David e do profeta Asaf; eles louvaram-no com grande alegria, e, postos de joelhos, adoraram.

31. Ezequias acrescentou ainda o seguinte: Agora que vos consagrastes novamente ao Senhor, aproximai-vos e oferecei vítimas e sacrifícios eucarísticos na casa do Senhor. Toda a multidão, pois, ofereceu hóstias, sacrifícios eucarísticos e holocaustos com espírito devoto.

32. O número dos holocaustos, que a multidão ofereceu, foi este: Setenta touros, cem carneiros e duzentos cordeiros.

33. Consagraram também ao Senhor seiscentos bois e três mil ovelhas.

34. Os sacerdotes, porém, eram poucos e não podiam bastar para esfolar as vítimas dos holocaustos; por isso os Levitas, seus irmãos, ajudaram-nos, até se acabar a função e até se purificarem os outros sacerdotes, porque os Levitas purificavam-se com menos cerimónias do que os sacerdotes.

35. Foram, pois, muitos os holocaustos, as gorduras das hóstias pacíficas e as libações dos holocaustos, restabelecendo-se assim o culto da casa do Senhor.

36. Ezequias e todo o povo se alegrou, por Deus ter disposto o povo para o restabelecimento do culto do Senhor, porque tudo se tinha feito de repente.





“Jesus vê, conhece e pesa todas as suas ações.” São Padre Pio de Pietrelcina