1. Manda também vir junto de ti Aarão teu irmão, com seus filhos, do meio dos filhos de Israel, para que exerçam diante de mim as funções do sacerdócio: Aarão, Nadab e Abiu, Eteazar e Itamar.

2. Farás uma veste sagrada para Aarão, teu irmão, para (indicar a sua) dignidade e para (lhe servir de) adorno.

3. Falarás a todos os sábios de coração, a quem eu enchi do espírito de prudência, para que façam as vestes de Aarão, com as quais, sendo santificado, exercerá o meu sacerdócio.

4. Estas são as vestes que hão-de fazer: O peitoral e o éfode, o manto e a túnica de linho estreita, a tiara e o cíngulo. Farão estas vestes sagradas para Aarão, teu irmão, e para seus filhos, para que exerçam as funções do meu sacerdócio.

5. Tomarão outo, púrpura violácea, púrpura escarlate e carmesim, e linho finta.

6. Farão o éfode de ouro, de púrpura violácea, púrpura escarlate e carmesim, e de linho fino retorcido, artisticamente entretecidos.

7. (O éfode) terá nos dois lados das suas extremidades duas aberturas unidas de modo a formarem um (só vestido).

8. O cíngulo que atará o éfode, fará com ele uma só peça e será do mesmo trabalho: de ouro, de púrpura violácea, escarlate, carmesim e linho fino retorcido

9. E tomarás duas pedras de ónix, e gravarás nelas os nomes dos filhos de Israel:

10. Seis nomes numa pedra, e outros seis na outra, segundo a ordem do seu nascimento.

11. Com obra de escultor e de lapidário gravarás nelas os nomes dos filhos de Israel, tendo-as engastado e metido em ouro;

12. pô-las-ás sobre um e outro lado do éfode, (para que sirvam) de memória aos filhos de Israel. Aarão levará os seus nomes diante do Senhor sobre os seus dois ombros para lembrança.

13. Farás também ganchos de ouro,

14. e duas pequenas cadeias de ouro puríssimo ligadas entre si, as quais meterás nos ganchos.

15. Farás também o peitoral do juízo com trabalho a muitas cores, tecidos, como o éfode, de ouro, de jacinto, e de púrpura, e de escarlate tinto duas vezes, e de linho fino retorcido. (ver nota)

16. Será quadrado e dobrado; terá um palmo, tanto de comprimento como de largura.

17. Engastarás nele quatro ordens de pedras; na primeira ordem estará um sardio, um topázio e uma esmeralda;

18. o a segunda, um carbúnculo, uma safira e um jaspe;

19. na terceira uma turqueza, uma ágata e uma ametista;

20. na quarta um crisólito, um ónix e um berilo. Elas serão encastoadas em ouro, ordem por ordem.

21. Terão os nomes dos filhos de Israel: estarão nelas gravados doze nomes, em cada pedra o nome de uma das doze tribos.

22. Farás para o peitoral pequenas cadeias de ouro puríssimo, que se unam entre si,

23. e duas argolinhas de ouro, que porás nas duas extremidades superiores do peitoral.

24. Farás passar cadeias de ouro pelas argolinhas, que estão nas extremidades dele,

25. e adaptarás as extremidades das mesmas cadeias a dois ganchos dum e doutro lado do éfode, que corresponde ao peitoral.

26. Farás também duas argolinhas de ouro, que porás nas extremidades (inferiores) do peitoral, nas ourelas que estão de fronte do éfode, e estão voltadas para a parte de trás.

27. (Farás), além disso, outras duas argolinhas de ouro, que se hão-de pôr em baixo, aos dois lados do éfode, que estão diante da juntura inferior, a fim de que (o peitoral) possa adaptar-se ao éfode,

28. esteja ligado com as suas argolinhas às do éfode, por uma fita (cor) de jacinto, de modo que fique firme o enlace feito com arte, e o peitoral e o éfode, não possam separar-se um do outro.

29. Aarão, quando entrar no santuário, levará os nomes dos filhos de Israel do peitoral do juízo sobre o peso, para perpétua memória diante do Senhor.

30. No peitoral do juízo porás (estas duas palavras): Doutrina e Verdade, as quais estarão sobre o peito de Aarão, quando ele entrar à presença do Senhor; assim trará sempre sobre o seu peito o juízo dos filhos de Israel na presença do Senhor. (ver nota)

31. Farás também a túnica do éfode toda (de cor) de jacinto,

32. no meio da qual no alto haverá uma abertura para a cabeça, e em volta uma orla tecida, como se costuma fazer na ourela dos vestidos, para que (a túnica) se não rompa facilmente.

33. Em baixo, porém, na extremidade inferior da mesma túnica, farás ao redor umas como romãs de púrpura violácea, púrpura escarlate e carmesim, (tendo) misturadas pelo meio campainhas,

34. de sorte que haja uma campainha de ouro e uma romã, e logo outra campainha de ouro e outra romã.

35. Aarão a vestirá nas funções do seu ministério, para que se ouça o som ao entrar no santuário, à presença do Senhor, e ao sair, e para que não morra.

36. Farás também uma lâmina de ouro puríssimo, na qual farás abrir por mão de gravador: Santidade ao Senhor.

37. Atá-la-ás com uma fita de púrpura violácea, e estará sobre a tiara, dominando a fronte

38. do pontífice. Aarão levará as iniquidades cometidas pelos filhos de Israel em todas as suas oblações, e nos dons que tiverem oferecido e consagrado. Esta lâmina estará sempre sobre a sua fronte, para que o Senhor lhes seja propício. (ver nota)

39. Farás a túnica estreita de linho fino, farás a tiara de linho fino, e o cíngulo será de várias cores.

40. Para os filhos de Aarão, prepararás túnicas de linho cíngulos e tiaras, para (indicar a sua) dignidade e (servir-lhes de) adorno;

41. de tudo isto vestirás Aarão, teu irmão, e os seus filhos com ele. Sagrarás as mãos de todos, e sacrificá-los-ás, para que me exerçam o sacerdócio.

42. Farás também calções de linho, para cobrirem a nudez da sua carne, desde os rins até às coxas.

43. Aarão e seus filhos usarão deles quando entrarem no tabernáculo do testemunho, ou quando se aproximarem do altar para servir no santuário, para que não morram como réus de iniquidade. Isto será uma lei perpétua para Aarão e para a sua posteridade depois dele.





“O Senhor sempre orienta e chama; mas não se quer segui-lo e responder-lhe, pois só se vê os próprios interesses. Às vezes, pelo fato de se ouvir sempre a Sua voz, ninguém mais se apercebe dela; mas o Senhor ilumina e chama. São os homens que se colocam na posição de não conseguir mais escutar.” São Padre Pio de Pietrelcina