1. Ora, tendo ouvido Jetro, sacerdote de Madian, sogro de Moisés, tudo o que Deus tinha feito a Moisés e a Israel, seu povo, tirando-o do Egipto,

2. tomou Séfora, mulher de Moisés, a qual ele lhe tinha deixado,

3. e os dois filhos dela, um dos quais se chamava Gersão, por seu pai ter dito: "Eu fui peregrino numa terra estrangeira",

4. e o outro (se chamava) Elieser, por seu pai ter dito: "O Deus de meu pai foi o meu defensor, e me salvou da espada de Faraó".

5. Foi, pois, Jetro, sogro de Moisés, com seus filhos e sua mulher, ter com Moisés ao deserto, onde ele estava acampado junto ao monte de Deus,

6. e mandou dizer a Moisés: Eu, Jetro, teu sogro, venho ter contigo com tua mulher e os teus dois filhos com ela.

7. Moisés, saindo ao encontro de seu sogro, prostrou-se (diante dele) e o beijou, e saudaram-se mutuamente com palavras amigas. Tendo entrado na tenda,

8. Moisés contou a seu sogro tudo o que o Senhor tinha feito contra Faraó e os Egípcios, por causa de Israel, todo o trabalho que lhe sobreviera no caminho, e como o Senhor os tinha livrado.

9. Jetro alegrou-se por todos os bens que o Senhor tinha feito a Israel, e porque o tinha livrado da mão dos Egipcios,

10. e disse: Bendito (seja) o Senhor, que vos livrou da mão dos Egípcios e da mão de Faraó, e que livrou o seu povo da mão dos Egípcios.

11. Agora conheci que o Senhor é grande sobre todos os deuses, porque se mostrou grande quando os Egípcios oprimiam Israel.

12. Jetro, sogro de Moisés, ofereceu a Deus holocaustos e hóstias, e Aarão e todos os anciães de Israel vieram comer com ele diante do Senhor. (ver nota)

13. No dia seguinte, Moisés assentou-se para julgar o povo que esteve diante dele desde manhã até à tarde.

14. Seu sogro, tendo visto tudo o que ele fazia com o povo disse: Que é isto que fazes com o povo? Por que te sentas só tu (no tribunal), e todo o povo está esperando desde manhã até à tarde?

15. Moisés respondeu-lhe: O povo vem a mim para ouvir a sentença de Deus,

16. Quando entre eles nasce alguma contenda, vêm ter comigo, para que eu julgue entre eles, e lhes mostre os preceitos de Deus e as suas leis.

17. Mas Jetro disse: Não fazes bem.

18. Consomes-te com um trabalho vão, a ti e a este povo que está contigo: este trabalho é sobre as tuas forças, e tu só não o poderás aturar.

19. Ouve as minhas palavras e conselhos, e Deus será contigo. Sê mediador do povo naquelas coisas que dizem respeito a Deus, para lhe expores os pedidos que lhe são dirigidos,

20. e para ensinares ao povo as cerimônias e o modo de honrar a Deus, o caminho por onde devem andar e as obras que devem fazer.

21. Mas escolhe entre todo o povo homens capazes e tementes a Deus, nos quais haja verdade e que aborreçam a avareza: faz deles chefes de mil, de cem, de cinquenta e de dez homens,

22. os quais julguem o povo em todo o tempo, te dêem conta coisas mais graves, e eles julguem sòmente as coisas menos graves. Desta sorte o peso que te oprime será mais leve, sendo repartido com outros.

23. Se fizeres isto, cumprirás a ordem de Deus e poderás executar os seus preceitos: e todo este povo voltará em paz para as suas moradas.

24. Moisés, tendo ouvido isto, fez tudo o que seu sogro lhe sugerira.

25. Tendo escolhido entre todo o povo de Israel homens de valor, constituiu chefes de mil, de cem, de cinqüenta e de dez homens.

26. Eles faziam justiça ao povo em todo o tempo, e davam conta a Moisés de todas as coisas mais graves, julgando eles sòmente as mais fáceis.

27. Moisés despediu-se de seu sogro, o qual voltou para o seu país.





“Somente por meio de Jesus podemos esperar a salvação.” São Padre Pio de Pietrelcina