1. E o Senhor disse-lhe: entra na arca tu e toda a tua casa, porque te reconheci justo diante de mim no meio desta geração.

2. Toma de todos os animais puros sete pares, macho e fêmea: e dos animais impuros um par, macho e fêmea.

3. Toma também das aves do céu sete pares, macho e fêmea, para se conservar a raça sobre a face de toda a terra,

4. porque, daqui a sete dias, farei chover sobre a terra, durante quarenta dias e quarenta noites, e exterminarei da superfície da terra todos seres (vivos) que fiz.

5. Fez, pois, Noé tudo o que o Senhor lhe havia ordenado.

6. Tinha seiscentos anos de idade, quando as águas do dilúvio inundaram a terra.

7. Noé entrou na arca com seus filhos, sua mulher e as mulheres de seus filhos, para se salvarem das águas do dilúvio.

8. Também dos animais puros e impuros, e das aves, e de tudo o que se move sobre a terra,

9. entraram na arca com Noé, dois a dois, macho e fêmea, conforme o Senhor tinha mandado a Noé.

10. E, passados os sete dias, cairam sobre a terra as águas do dilúvio.

11. No ano seiscentos da vida de Noé, no segundo mês, aos dezessete do mês romperam-se todas as fontes do grande abismo, abriam-se as cataratas do céu,

12. e caiu chuva sobre a terra durante quarenta dias e quarenta noites.

13. Naquele mesmo dia entrou Noé na arca com seus filhos Sem, Cam e Jafeth, sua mulher e as três mulheres de Seus filhos,

14. e com eles entraram todos os animais (selváticos), segundo a sua espécie, todos os animais (domésticos). Segundo a sua espécie, tudo o que rasteja Sobre a terra, segundo a sua espécie, tudo o que voa, segundo a sua espécie, todas as aves, e tudo o que tem asas;

15. (todos estes animais), entraram com Noé na arca, dois a dois, de toda a espécie, em que havia sopro de vida.

16. Os que entraram eram macho e fêmea de toda a espécie, conforme Deus tinha mandado a Noé; e o Senhor aí o fechou por fora.

17. Veio o dilúvio sobre a terra durante quarenta dias, e as águas cresceram e elevaram a arca muito alto por cima da terra.

18. Inundaram tudo com violência e cobriram tudo na superfície da terra; a arca, porém, era levada sobre as águas.

19. Tanto cresceram as águas que todos os mais elevados montes, que há sob todo o Céu, ficaram cobertos.

20. A água elevou-se quinze côvados acima delas,

21. Toda a carne que se movia sobre a terra pereceu: as aves, os animais domesticados, as feras e todos os répteis que andam de rastos sobre a terra, e todos os homens.

22. Tudo o que respira e tem vida sobre a terra, tudo morreu.

23. Foram exterminados todos os sereis (vivos) que havia sobre a terra, desde o homem até às bestas, tanto os répteis como as aves do céu, tudo foi exterminado da terra: ficou somente Noé, e os que estavam com ele na arca.

24. As águas cobriram a terra durante cento e cinquenta dias.





“Se quiser me encontrar, vá visitar Jesus Sacramentado; eu também estou sempre lá.” São Padre Pio de Pietrelcina